segunda-feira, 11 de maio de 2015

Acredite no céu


Esse foi um dos dias das mães mais difíceis para mim. Todos os anos eu contribuo para organizar, tanto a ornamentação quanto as apresentações para as comemorações do dia das mães na escola em que trabalho e na igreja onde congrego. Todos os anos sempre foi emocionante para mim, cantar recitar poesias e apresentar peças teatrais, porque já são mais de 20 anos separado da minha mãe. São homenagens sem a presença de forma particular da homenageada. Não desmerecendo as mães presentes que as considero minhas também, mas é que eu gostaria de tê-la comigo. Dar um abraço, dizer que a amo, mas a muito tempo isso não foi mais possível e talvez nunca mais será.

É que ela está muito doente e cada dia que se passa o quadro só piora e não me restam mais escolhas, só orar e confiar em Deus. Acreditar em suas promessas e principalmente acreditar no céu. Essa confiança de que a vida não acaba aqui para aqueles que esperam no Senhor como o que está escrito em 1 João 2.17, foi o combustível que me manteve de pé enquanto me apresentava para todas aquelas mães sedentas por uma mensagem de agradecimento, conforto e consolo. Acreditar que minha mãe, quando partir estará em um lugar melhor que esse, onde não haverá choro, pranto ou dor como nos assegura o Livro de Apocalipse, serve-me de consolo para os momentos de impotência diante da realidade da morte. 

Todos dizem que acreditam na existência do céu, mas tremem nas bases, se desesperam, entram em depressão quando a morte bate a sua porta. Quando ela leva um dos seus. Mas é nesse momento em que devemos colocar a nossa fé em ação e mostrar para todos os que nos cercam que o evangelho é real, que a bíblia não é um livro onde contem contos da carochinha e que o céu existe e é pra lá que vamos. 

Quem crer nisso chora, mas não se desespera. Sofre, mas não desanima! Fica triste, mas se alegra com a esperança e a certeza de um reencontro perfeito e magnífico no céu. Por isso, diante das adversidades, quando a morte bater em sua porta, veja isso como mais uma oportunidade de mostrar para as pessoas a realidade do céu.


Nenhum comentário :

Postar um comentário