terça-feira, 10 de maio de 2016

CANÇÃO DO VAZIO paródia de CANÇÃO DO EXÍLIO

Gente fui desafiado pela diretora da escola a elaborar uma paródia da Canção do Exílio de Gonsavel Dias para ser apresentada no sarau poético da escola. Vejam como ficou bacana. A Proposta era que falace exatamente o oposto da original. Eis o resultado. Fiquem a vontade para fazerem uso dela sempre que forem falar desse tema. Só ão esquecçam de citar a fonte. Obrigado!

Canção do Vazio

Acabaram - se as palmeiras
Não mais canta o sabiá
As aves que gorgeavam 
Não gogeiam mais pra cá

No céu estão as estrelas
Nos jardins não tem mais flores
Nos bosques não há mais vida
Nossa vida com mais dores

Reclamo, sozinho, à noite
Por prazer não encontrar lá
Acabaram - se as palmeiras
Não mais canta o sabiá

Acabaram - se os primores 
Os tais não encontro eu cá
Reclamo - sozinho, à noite -
Por prazer não encontrar lá
Acabaram - se as palmeiras 
Não mais canta o sabiá.

Não é possível Deus que eu morra
Sem árvores aqui e lá 
Só provando dos orrores 
Que a seca traz para cá
Preservemos as palmeiras 
Onde canta o sabiá.

Nenhum comentário :

Postar um comentário