quinta-feira, 15 de setembro de 2016

PROF. CLAUDIO ROSA - PSC – 20123 ALGUMAS PROPOSTA SE ELEITO VEREADOR DE PATU

1º Trabalhar para Promover o bem-estar de todos os munícipes, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade, estado civil, convicções políticas, religiosas e quaisquer outras formas de discriminação;

2º Implantação de gabinete itinerante. Considerando que a função de VEREADOR é de representante do povo para, ouvidno a comunidade e despachar na presença dos interessados, fato que me permitirá o efetivo contato, realmente participativo, e transparência no trabalho, ouvindo e dando respostas aos eleitores, que com certeza se sentirão amparados, respeitados e honrados com minha presença em suas comunidades.

3º Promover o desenvolvimento municipal, de modo a assegurar a qualidade de vida de sua população integrando zona urbana e rural;

4º Lutar para Garantir no âmbito de minha competência, a efetividade dos direitos e garantias fundamentais da pessoa humana e dos direitos sociais, previstos na Constituição Federal. E regulamentando em nosso município as leis federais e estadual, inserido a lei orgânica do município, para que haja efetivação do cumprimento das leis em âmbito município; 

5º Fiscalizar o executivo quanto ao recebimento dos recursos federais, estadual e municipal e acompanhar sua aplicação com transparência junto a população.

6º Incluir propostas e projetos sociais que envolva as nossas crianças, jovens e adolescentes, com ênfase na cultura e no desporto, com estimulo de parcerias entre as Secretárias de Saúde, Educação, Cultura e Assistência Social;

7º Viabilizar junto ao Executivo a criação de Cursos Profissionalizantes para Jovens carentes da Rede Pública de Ensino, com ênfase nas áreas de maior absorção em Patu e região;

8º Atuar junto ao Conselho Municipal sobre Drogas, a fim de fortalecer as Ações do CAPS trazendo melhorias para enfrentarmos a Dependência de Substâncias, que infelizmente assola nossa cidade, destruindo futuros dos nossos jovens e desestruturando famílias. Para que ele possa oferecer não só acompanhamento clínico, mas também a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.

9º Apresentar proposta ou requerer ao executivo de forma legal a criação de convênios com entidades filantrópicas para ajuda aos dependentes químicos e alcoólatras. Acompanhar a distribuição de verbas para entidades filantrópicas, bem como o uso destinado e a atuação dessas instituições;

10º Fiscalizar o cadastro e o atendimento dos diversos programas federais; Acompanhar atendimento ao idoso; Divulgar o trabalho dos conselheiros tutelares e outras entidades que lidam com a criança e o adolescente;

11º Elaborar, aprovar e encaminhar projeto ao executivo para a criação de centros de conciliação de conflitos familiares, convivência e atividades para 3ª idade;

12º Fiscalizar de forma correta a distribuição das casas para pessoas de baixa renda e que estão há anos com nome na lista, à espera de um lugar para morar. Além de propor na câmara, projetos que possam agilizar e desburocratizar a entrada dos moradores em suas novas residências.

13º Darei destaque a cultura com o incentivo para os pratas da casa e a criação de leis que proporcionam aos artistas locais, o direito de se apresentarem em espetáculos promovidos com recursos públicos ou privados no município.

14º No esporte desenvolverei ações que possam inserir o jovem às atividades esportivas no município e uma dessas ações visa buscar talentos nas escolas e direcioná-los a treinamentos específicos na modalidade em que se destaca, oferecendo posteriormente a logística necessária para disputa de competições pelo país, colocando o nome de Patu em evidência no cenário Nacional.

15º Criar e Desenvolver a expansão do trabalho de coleta seletiva do lixo urbano de resíduos. Dados divulgados pelo ministério do Meio Ambiente apontam que apenas 13% do lixo produzido nas cidades brasileiras é reciclado, e se pensarmos em preservar o meio ambiente devemos começar pelo que descartamos.

16º Total apoio as associações dos artesãos de Patu, trabalhando para dar subsídios as atividades realizadas pela associação e buscando meios de divulgação e comercialização de seus produtos. 

17º Auxiliar na promoção e no fortalecimento do dia do evangélico em Patu procurando com apoio da lei já existente estabelecer políticas públicas articulada, engajando todo o segmento evangélico na festa anual do dia do evangélico. 

18º Buscar melhorias para a educação municipal através da formação continuada dos profissionais da educação para que, com isso possamos melhorar o IDEB de Patu junto a educação do País. 

19º Realizar uma função pedagógica por meio de debates, oficinas para com o povo, já que um povo mais informado sobre seus direitos pressionará mais efetivamente o executivo e fortalecerá a fiscalização exercida por mim como vereador. Uma espécie de “mandato compartilhado” com o povo. Estarei visitando as comunidades ou participando de discussões sobre temas municipais em eventos fora da Câmara.

20º Criarei o concurso anual do jovem parlamentar municipal, com a finalidade de engajar o jovem estudante no exercício da cidadania do município, visando construir uma sociedade crítica e participativa nas ações do seu município. (Sugestão de Arrilton Cândido para a educação política de nosso povo)

Meus amigos, como vocês, entendo que o melhor para o município é um legislador atuante e com vontade de trabalhar em prol da população. Por isso, peço mais uma vez que analisem com carinho minhas propostas, e no dia 2 de outubro, digitem 20.123 e depois "confirmem".

Nenhum comentário :

Postar um comentário